Certificação LEED de construção verde ganha nova versão

Meta é reduzir ainda mais as emissões de CO2 das edificações

O Conselho de Construção Sustentável dos EUA (USGBC) apresentou na semana passada, durante a terceira edição da Greenbuilding Brasil Conferência & Expo,, uma nova versão do selo LEED: a v4.

A principal meta da certificação Leed v4 é reduzir ainda mais as emissões de CO2 das edificações certificadas – antes, durante e depois do processo de construção -, para melhorar a qualidade de vida nas cidades.

Entre as diferenças da LEED v4 para as versões anteriores da certificação estão:

  • maior exigência à adoção de ações que minimizem o uso de recursos hídricos nos empreendimentos, na categoria Uso Racional da Água;
  • priorização da ideia de “fazer mais com menos”, dando, respectivamente, maior valor à reutilização de recursos, otimização de produtos e promoção de práticas de extração responsáveis, na caterogia Materiais e Recursos;
  • exigência de aumento de 20% na eficiência energética das novas construções e de 5 a 10% nas edificações já existentes, na categoria Eficiência Energética e Atmosfera.

Já estão em processo de certificação 100 projetos-piloto, segundo as normas LEED v4. Por enquanto, os empreendimentos que entrarem com pedido de certificação no USGBC podem escolher se querem ser avaliados de acordo com os critérios da nova versão, mas a partir de janeiro de 2013 a aplicação das normas LEED v4 será obrigatória.