FNE e ISITEC fecham acordo de parcerias com o governo do Acre

Uma delas é oferecer mestrados e doutorados em engenharia

O presidente da FNE (Federação Nacional dos Engenheiros) e do SEESP, Murilo Celso de Campos Pinheiro, esteve no Acre para assinar quatro importantes parcerias com o governo do Estado. O acordo reflete principalmente o importante momento da engenharia acreana, com profundas mudanças em sua infraestrutura e necessitando cada vez mais de mão de obra especializada.

“O que o Acre tem vivido hoje é uma verdadeira revolução na sua infraestrutura”, destaca o presidente do Sindicado dos Engenheiros no Estado do Acre (Senge-AC), Sebastião Aguiar da Fonseca Dias. Ainda segundo ele, a parceria do Estado com a FNE é focada em quatro pontos:

O primeiro deles é a “Cidade do Povo”. O governo estadual vai apresentar o projeto no Congresso Nacional dos Engenheiros (VIII Conse), que será realizado do dia 24 a 26 de setembro, em São Paulo. O projeto, que deverá construir 10 mil casas, tem como característica um modelo inovador de moradia e urbanização, garantindo qualidade, conforto, lazer e sustentabilidade. No entanto, 70% dessas obras serão destinadas a espaços públicos como praças, escolas e creches. O projeto terá investimento superior a R$ 1 bilhão.

Outra parceria será sobre o estudo de viabilidade da barragem do Rio Acre, projeto que ganha mais força após serem contabilizados R$ 220 milhões em prejuízos ao Acre depois da última grande cheia. Segundo o presidente do Senge-AC, só esse valor em prejuízos já viabiliza a construção da barragem para evitar tantos problemas das cheias quanto a falta de água nas secas.

O terceiro ponto da parceria é uma cooperação para a regularização fundiária no Estado. Só na capital Rio Branco 70% das residências são irregulares. O objetivo é justamente inverter esse quadro até 2014, somando todos os esforços possíveis entre governo, federação, cartórios e todos aqueles que fazem parte desse processo.

O último item a ser tratado será a implantação de mestrados e doutorados em engenharia diretamente no Acre. O diretor administrativo do Isitec (Instituto Superior de Inovação e Tecnologia), Fernando Palmezan, também esteve no Estado junto com o presidente da FNE. O governo do Acre será o primeiro do país a firmar parceria com o instituto, projeto do SEESP, numa atitude inédita, que trará resultados surpreendentes, capacitando profissionais de engenharia diretamente no Estado.

*Com informações da Federação Nacional dos Engenheiros (FNE) e do Sindicado dos Engenheiros do Estado de São Paulo (SEESP).