FNE e ISITEC participam de evento nacional no Ceará

72ª Semana Oficial da Engenharia e da Agronomia (Soea), começa hoje, em Fortaleza, Ceará e tem como tema central: Sustentabilidade: água, energia e inovação tecnológica

Na próxima sexta-feira, dia 18, às 9 horas, Murilo Pinheiro, presidente da Federação Nacional dos Engenheiros (FNE), e Saulo Krichanã, Diretor do Instituto Superior de Inovação e Tecnologia (ISITEC), proferem uma palestra sobre “Inovação”. A conferência faz parte da programação da 72ª Semana Oficial da Engenharia e da Agronomia (Soea), que se inicia no dia 15, em Fortaleza, Ceará. O evento que, este ano, tem como temática “Sustentabilidade: água, energia e inovação tecnológica”, reúne os profissionais da tecnologia brasileira e é o maior realizado pelo Sistema Confea/Crea e Mútua.

Segundo Saulo Krichanã, no debate, será abordado o significado da inovação, cujo conceito nem sempre é tangível, e a capacidade que as novidades possuem de modificar comportamentos. “Fala-se muito do aspecto físico da inovação – um novo produto, um novo processo. Isso tudo é relevante, mas podemos falar da inovação sobre outro ponto de vista que, acredito, ser o mais importante: a mudança de comportamento que ela provoca. A inovação, se não modifica comportamentos, é estéril”, ressalta o palestrante.

Durante a palestra, também será revelada a forma como as dimensões tangível e intangível da inovação foram incorporadas ao processo de criação do curso de Engenharia de Inovação do ISITEC – o primeiro e único curso de graduação na área existente no Brasil. A estrutura curricular do curso demonstra a preocupação em incentivar o raciocínio e a observação dos fenômenos pelos estudantes. “Preparamos pessoas que, nas mais diversas atividades econômicas – na agricultura, agronegócio, comunicações, engenharia ou na área financeira – sejam capazes de assumir esse comportamento observacional e gerar mudanças. A inovação tem natureza multidisciplinar e é isso o que buscamos: partir da figura do engenheiro especialista para a de engenheiro com uma visão holística dos processos”, explica Krichanã.

A Soea 2015 deve reunir quatro mil congressistas. O evento promove debates sobre demandas sociais gerais – aquelas que se referem às políticas setoriais de governo (políticas de transporte, energia, meio ambiente, desenvolvimento urbano, recursos hídricos etc.), e sobre demandas sociais relacionadas ao exercício das atividades propriamente ditas dos profissionais de Engenharia (serviços prestados, obras executadas e produtos oferecidos à sociedade). Por meio das discussões e do profundo conhecimento tecnológico dos palestrantes convidados, buscam-se soluções para os problemas levantados.

Fonte: FNE